Catálogo

dos

Provedores da Irmandade da

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE BRAGA

( 1513 ? )

INSTITUÍDA PELO ARCEBISPO D. DIOGO DE SOUSA

 

Século XVI a XXI

      Catálogo em modelo informático extraído da Publicação do Autor Monsenhor José Augusto Ferreira da Academia de Ciências de Lisboa.

Catálogo publicado em 1940 – Livraria Cruz - Braga

    Ao iniciar este novo milénio, e nas comemoração dos 500 anos das Misericórdias Portuguesas, é chegado o momento de acompanhar o movimento das novas tecnologias, para transpor esta publicação, actualizada, e com alguns ajustes, nas actuais designações, concluindo a pesquisa nestes últimos anos.

SCMBRAGA: Domingos Machado Xavier – 1/6/2000

 

 

            "Nós ( D. Diogo de Sousa ) ordenamos esta confraria da Misericórdia, e a fizemos assentar e celebrar os seus ofícios nesta Capela de Jesus da Misericórdia, que fundamos de novo ( 1513 )".

           

( Instit. E ordenação da sobredita Capela, nº 61 de respectiva Grav. no Arquivo Distrital

 

           

            ( D. Diogo de Sousa ) "ordenou como se fizesse e instituísse a Confraria de Nossa Senhora da Misericórdia, edificando na Castra da Sé para isso uma Capela sumptuosa, e dando tal ordem como na dita Confraria se faz continuamente serviço a Deus".

( Prólogo do estatuto primitivo da Irmandade de . Senhora-a-Branca, outorgado pelo Arcebispo, seu fundador, no Cartório da referida Irmandade ).

 

CATÁLOGO DOS PROVEDORES DA MISERICÓRDIA DE BRAGA

Para visualização mais rápida clique:

Século XVI

Século XVII

Século XVIII

Século XIX

Século XX

 

 

 

 

SECULO XVI

 

 

Duarte Jácome

1521 a 1522

Conta-se que em 1398 viera para Braga Diogo Jácome, distinto fidalgo, companhia do seu parente o Arcebispo D. Martinho Afonso Pires da Charneca, que lhe fez mercê da Alcaidaria-mór de Ervededo e lhe emprazara uma casa junto à Catedral, denominada Honra da Ramada.

O Arcebispo D. Diogo de Sousa, para a edificação da sua Capela, chamada Misericórdia velha, contratou por escritura de 13 de Abril de 1509 com Duarte Jácome, bisneto de Diogo Jácome, a sobredita Honra da Ramada pela renovação do prazo do Avelar ( Rua dos Plames ), pertencente à Mitra. Vid. «Fastos», do ª, II Pág. 134 – 135, e 378.

 

Pedro Dis

1522 a 1524

 

Constava do Livro 1º. Das doações da Misericórdia de Braga, primeira doação feita no oitavo Natal de 1523. Vid Miss. Cit. De Valério Pinto de Sá.

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Braga foi instituída em 1513 (?) por D. Diogo de Sousa na sua Capela do Claustro da Piedade da Sé Primaz, e ali esteve até 1561 (?), em que foi autorizada a mudar para a sua nova Casa por D. Fr. Bartolomeu dos Mártires ( Provisão de 22 de Maio do dito ano ). A Igreja tem a data de 1562. Contudo o Livro 1º dos Termos ou Actas das suas sessões começa em 2 de Janeiro de 1558;por isso datei daqí o Catálogo regular dos Provedores da Misericórdia fazendo-o preceder, todavia, dos nomes da alguns provedores desde 1521 – 1522 outrora colhidos em documentos autênticos do Cartório da predita Misericórdia, e doutros Cartórios desta cidade, em harmonia com o Mss. Do arqueólogo bracarense Valério Pinto de Sá ( 1758 , na posse do distinto biliófilo sr. José Gomes de Matos Cardoso.

Devo dizer ainda que nos referidos Mss. Se encontra um esboço de Catálogo dos Provedores e Escrivães da Santa Casa da Misericórdia de Braga citado nos «Fastos», II, pág. 512, não feito, mas aliás adoptado por Valério Pinto de Sá; porquanto a letra não é sua, senão na parte em que se propunha continuá-lo, o que fez desde 1750 – 1751 até 1752 – 1753, e numas ligeiras e pouquíssimas notas.

É, portanto, um trabalho incompleto e deficiente, que Valério Pinto de Sá, autor do Nobiliário das famílias bracarenses, poderia certamente Ter enriquecido com notas genealógicas valiosas. Valério Pinto de Sá foi Mesário da Misericórdia em 1745, 1746 e 1748 como Provedor das Capelas.

Tomé da Corda

1524 a 1525

Ibidem, Livro 1º. Das doações, primeiro de Julho de 1524, nos Mss. Cit. Tomé da Corda veio para Braga com D. Jorge da Costa ( o Arcebispo ) e vivia no Campo de Santa Ana. Os brasões dos Costas e Cordas exibem-se sobre a porta do quintal da Casa dos Vasconcelos das Carvalheiras, pois foram entregues, da demolida Capela de S. Gonçalo, onde se encontravam, a Duarte Mendes de Vasconcelos, representante daquelas duas ilustres famílias. Vid. «Fastos», do A, cit, II pág. 347.

Pedro Dis

1528 a 1529 –2ª.vez

 

Luis Gonçalves

1529 a 1531

Escudeiro e Escrivão dante os Vigários.

Ilidem, livro 1º. das doações cit., nos Mss. referidos de Valério Pinto de Sá, onde se diz que morava na rua de D. Gualdim. O livro 1º. das doações não chegou ao Arquivo Distrital.

Fernão Boto

1531 a 1535

Escudeiro.

Diogo Bravo

1535 a 1536

Cavaleiro da Casa do Duque de Bragança e Menino do Infante ( D. Henrique ) nesta Corte de Braga, morava em Braga, no Campo das Hortas

António de Castilho

1536 a 1544

Comendador da Ordem de Cristo da Comenda de Salsas ( Bragança ), morador na rua do Souto, Braga.

Os Provedores Diogo Bravo e António Castilho, seu sucessor imediato, constam do tomo VI dos títulos da Misericórdia, fls. 17 e 52 v, no Arquivo Distrital de Braga, para onde transitou o Cartório da Misericórdia e do Hospital de S. Marcos.

Pedro de Brito

1544 a 1554

Escudeiro ( fidalgo )

Lopo Pinheiro

1554 a 1555

Cidadão.

Dr. Manuel Falcão

1555 a 1556

Abade de muitas Igrejas

António de Sousa

1556 a 1557

 

Dr. Baltazar Alves

1557 a 1559

         Provisor do Arcebispo D. Frei Baltazar Limpo, é o primeiro Provedor indicado no 1º. livro dos termos da Misericórdia ( ano de 1558 ), e foi Provedor do Hospital de S. Marcos, por tempo dum ano nos fins de 1557 pelo Arcebispo d: Frei Baltazar Limpo. Vid. Boletim do Arq. Municipal, vol. 1º., fasc. 7-9, página 15.

Dr. Pedro Jorge da Silva

1559 a 1562

 

         Vigário geral do Arcebispado. Era Provedor da Misericórdia quando D. Frei Bartalomeu dos Mártires anexou in perpetuum a administração do Hospital de S. Marcos em 19 de Outubro de 1559 àquela Irmandade, e na ocasião da sua posse em 29 de Dezembro de 1560. Vid Titulos do Hospital, Livro II, Doc nº 2, no Arq. Distrital.

 

Dr. Baltazar Alves

1562 a 1563 2ª vez

 

Dr. Cristovão Leão

1563 a 1566

         Arcediago de Vermoim.

         Foi secretário do Arcebispo D. Frei Baltazar Limpo, e, tendo falecido em 20 de Fevereiro de 1592, foi sepultado junto dele na Sacristia da Capela de S. Pedro de Rates, na Sé Primaz, Vid. «Fastos» cit páginas 477 e 478.

D. Diogo Figueira

1566 a 1570

         Deão da Sé Primaz

Frei João de Leiria, O.P.

1570 a 1575

         Mordomo do Arcebispo D. Fr. Bartolomeu dos Mártires.

         Faleceu em Maio de 1575 Vid. «Fastos» cit, III, páginas 42-46.

Dr. Cristóvão Leão

1575 a 1585 2ª. vez

        

Melchior da Silva Ferraz

1585 a 1587

         Cónego da Sé Primaz

         Este cónego da Sé de Braga, desde 21 de Fevereiro de 1527 faleceu em 17 de Dezembro de 1602, conforme o respectivo libro de óbitos da freguesia de S. João do Souto, foi sepultado na predita Sé Primaz.

Dr. Cristóvão Leão

1587 a 1590 3ª. vez

 

Melchior da Silva Ferraz

1585 a 1587 2ª. vez

 

Dr. António de Freitas

1593 a 1595

         Provisor e Vigário Geral do Arcebispado D. frei Agostinho de Jesus ( 1588 – 1609 )

Melchior da Silva Ferraz

1595 a 1601 3ª vez

 

 

 

SECULO XVII

 

 

 

Dr. Desembargador Sebastião Gil

1601 a 1612

         Abade de Nogueira e Provisor do Arcebispado.

Dr. Matias da Silva de Meneses

1612 a 1615

         Arcediago de Braga.

Dr. João Rodrigues Môgo

1615 a 1617

         Reitor do Seminário de S. Pedro.

         O seu testamento tem data de 27 de Janeiro de 1612 de 161 Vid. Titulos da Misericórdia, Maço 3.º nº 48, no Arquivo Distrital.

Sebastião Pereira do Lago

1617 a 1619

         Da casa de Semelhe, na Rua de S. João.

D. Frei António dos Santos

1619 a 1620

         Bispo de Nicomédia, Coadjutor do Arcebispado.

Dr. João Peixoto de Sousa

1620 a 1624

         Desembargador e Chanceler-mór do Arcebispado.

Dr. João Rodrigues Môgo

1624 a 1628 2ª. vez

 

Dr. Luiz Correia

1628 a 1630

         Reitor do Seminário de S. Pedro.

        

 

Na Administração da Mesa presidida por este Provedor, que era sobrinho do Arcebispo D. Rodrigo da Cunha, redigiram-se e aprovaram-se os primeiros Estatutos impressos desta Santa Casa, feitos em 9 de Novembro de 1628. Data daqui a regularidade da eleição das Mesas.

Dr. Manuel Luiz de Azevedo

1630 a 1631

         Arcipreste na Sé Primaz.

Dr. Gonçalo de Abreu Bacelar

1631 a 1632

         Presbítero.

Dr. João Cardoso de Almeida

1632 a 1633

         Presbítero.

Dr. Francisco de Carvalho Pereira

1633 a 1634

         Tesoureiro-mór da Sé Primaz.

Dr. Manuel Alvares Pinto

1634 a 1635

         Desembargador da Relação de Braga.

         Vid. Contracto de doação de Pedro de Aguiar e sua mulher Maria Vieira, feita ao Hospital de S. Marcos em 11 de Fevereiro de 1603 para a convalescença aos doentes CF. Títulos do Hospital, Tômo 3º. no Arq. Distrital.

Dr. Luis Alvares Pinto

1635 a 1636

 

Dr. Manuel Luis de Azevedo

1636 a 1637 2ª. vez

 

Dr. Fr. António dos Santos

1637 a 1638 2ª. vez

 

Dr. Manuel da Costa Mesquita

1638 a 1639

         Reitor do Seminário de S. Pedro.

Dr. Gaspar Osório Coutinho

1639 a 1640

         Presbítero.

Dr. Pedro de Coimbra

1640 a 1641

Presbítero

Miguel Pinheiro Figueira

1641 a 1642

         Cónego da Sé Primaz.

Dr. Manuel Alvares Pinto

1642 a 1643 2ª. vez

 

Dr. Luiz Alvares Pinto

1643 a 1644 2ª.vez

 

Dr. Manuel da Costa Mesquita

1644 a 1645 2ª.vez

 

Constantino da Cunha Soto Maior

1645 a 1646

         Alcaide Mor de Braga, viveu na Rua da Cónega ( Boavista ).

Cristóvão Correia Pereira

1646 a 1647

         Dos Cunhas das antigas Travessas?

João de Brito da Cunha

1647 a 1648

         Era Presidente da Câmara de Braga em 4 de Julho de 1641.

Constantino da Cunha Soto Maior

1648 a 1649 2ª.vez

 

António Barreto Toscano

1649 a 1651 Reeleito

         No Livro de Registo da Câmara Municipal de Braga relativo ao ano de 1647 encontra-se copiada uma Provisão del Rei D. João IV para a Misericórdia: que não eleja Provedor ou Escrivão senão fidalgos ou filhos de cidadãos, e se guarde o Compromisso, Fls. 91. Vid Boletim Arquivo Municipal fasc. 1 e 2.

António da Fonseca Coutinho

1651 a 1652

         Cónego da Sé Primaz

Dr. Domingos de Carvalho Oliveira

1652 a 1653

         Abade de Maximinos

Dr. Hipólito de Carvalho

1653 a 1654

         Arcediago de Vermoim.

Dr. João de Meira Carrilho

1654 a 1655

         Cónego de Sé Primaz

Dr. Domingos de Carvalho Oliveira

1655 a 1656 2ª. vez

 

Baltazar Pinheiro Lobo

1656 a 1657

 

Jácome Lopes da Silva

1657 a 1658

Cónego da Sé Primaz

Dr. João Moniz de Carvalho

1658 a 1659

Presbítero.

Dr. Geraldo Ferreira

1659 a 1660

Presbítero

Dr. Frutuoso Antunes da Costa

1660 a 1661

Abade do Louro.

Dr. Hipólito de Carvalho

1661 a 1662 2ª. Vez

 

Domingos Pereira de Távora

1662 a 1663

Cónego da Sé Primaz.

Filipe Jácome de Sousa

1663 a 1664

Da Casa Avelar ( Plames )

Sebastião Pereira do Lago

1664 a 1665 2ª vez

 

Pedro Barreto Meneses

1665 a 1666

 

Manuel Freire de Brito

1666 a 1667

Presbítero.

Dr. Hipólito de Carvalho

1667 a 1668 3ª. vez

 

Gonçalo Barbosa

1668 a 1669

Cónego da Sé Primaz

Filipe Barbosa Palhares

1669 a 1670

Cavaleiro professo Ordem de Cristo.

Dr. José Soares de Carvalho

1670 a 1671

Presbítero.

João Pereira de Araújo

1671 a 1672

 

Gaspar de Caldas de Sousa

1672 a 1673

Cónego da Sé Primaz.

António da Silva Coelho

1673 a 1674

 

Dr. João Mendes de Araújo

1674 a 1675

         Cónego da Sé Primaz.

Pedro da Cunha Soto Maior

1675 a 1676

         Fidalgo da Casa Real – Rua da Cónega ( Boavista ).

Dr. João de Meira Carrilho

1676 a 1677 2ª. Vez

 

Dr. Luiz Airal de Moura

1677 a 1678

         Deão de Sé Primaz.

Francisco do Rêgo e Lemos

1678 a 1679

 

Domingos Pereira Santarém

1679 a 1680

         Cónego da Sé Primaz

Dr. Francisco Dantas de Araújo

1680 a 1681

         Presbítero.

Dr. Constantino Ribeiro do Lago

1681 a 1682

         Advogado, da casa dos Biscaínhos. Era pai do Deão D. Francisco Pereira da Silva. Vid. Castiço, Mem. Histórica do Bom Jesus do Monte, Pagina 50.

Gonçalo de Araújo e Brito

1682 a 1683

         Cónego da Sé Primaz.

Dr. João de Almeida Marinho

1683 a 1684

         Presbítero.

Luis de Barros Gavião

1684 a 1685

         Fidalgo da Casa Real e Cavaleiro professo da Ordem de Cristo, natural de Braga, era filho de António Barreto Gavião, morava no campo de Santa Ana, e faleceu em 1787 Vid Tadim Mem. de Braga, pág. 529.

         O Campo Novo era chamado antigamente «Praça do Gavião», talvez por pertencer por aforamento a esta fidalgo o «Casal dos Chãos ou Quinteiro».

Manuel de Melo da Silva

1685 a 1686

         Fidalgo da Casa Real.

Manuel Correia Rebêlo

1686 a 1687

 

Dr. Jacinto Carvalho da Silva

1687 a 1689

         Cavaleiro professo da Ordem de Cristo. Reeleito.

João Pinto da Fonseca

1689 a 1690

         Fidalgo da Casa Real.

Fr. João Pinto da Fonseca

1689 a 1690

         Cavaleiro professo da Ordem de Cristo e Fidalgo da Casa Real.

Belchior do Rêgo Castro da Silva

1691 a 1692

         Cavaleiro professo da Ordem de Cristo.

Inácio Vieira Cabral

1692 a 1693

 

José Peixoto de Miranda

1693 a 1694

         Cónego da Sé Primaz.

Fr. Manuel António de Sousa

1694 a 1695

         Fidalgo da Casa Real e Comendador da Ordem de Cristo.

Bento de Carvalho da Silva

1695 a 1696

         Cónego da Sé Primaz.

Fr. Manuel António de Sousa

1696 a 1697 - 2ª. vez

 

Dr. Paulo Correia de Abreu

1697 a 1698

         Arcedialgo de Neiva.

José Gomes da Costa

1698 a 1699

         Beneficiado da Sé Primaz.

Bento Carvalho da Silva

1699 a 1700 - 2ª vez

 

 

 

SECULO XVIII

 

 

 

Jerónimo da Cunha Soto Maior

1700 a 1701

         Fidalgo da Casa Real - Rua da Cónega ( Boavista )

João Vilaça Pinto

1701 a 1702

         Abade reservatório de Quinchães ( Fafe )

Pedro Lopes Leitão

1702 a 1703

         Abade reservatário das Igrejas de Ferreira e Cerdal.

José de Coimbra de Andrade

1703 a 1704

         Fidalgo da Casa Real - Rua de S. João ( Casa dos Coimbras, cuja familia é hoje representada pelo Sr. D. José de Lencastre ).

José Pereira de Eça

1704 a 1705

         Da casa dos Biscaínhos.

Bento de Carvalho da Silva

1705 a 1706 - 3ª. vez

 

José Pereira de Eça

1705 a 1707 - 2ª. vez

 

D. Francisco Pereira da Silva

1707 a 1708

         Deão da Sé Primaz

António de Magalhães Ferraz

1708 a 1709

         Cónego da Sé Primaz.

D. Rodrigo de Moura Teles

1709 a 1712

         Arcebispo Primaz.

D. Francisco Pereira da Silva

1712 a 1713 - 2ª vez

 

Dr. Domingos Pinheiro Manuel

1713 a 1714

         Cónego da Sé Primaz e Provisor do Arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles.

Pedro Gomes Ferreira

1714 a 1715

         Cónego da Sé Primaz.

António Carvalho da Silva

1715 a 1716

 

Dr. Afonso de Magalhães

1716 a 1717

         Chantre da Sé Primaz.

João de Alpoim da Silva e Abreu

1717 a 1718

         Da Rua da Cónega.

D. Luiz Alvares de Figueiredo

1718 a 1719

         Bispo de Uranópolis e Coadjuntor do Arcebispado.

Dr. Feliciano de Moura

1719 a 1720

         Tesoureiro-mór da Sé Primaz.

Dr. Diogo Borges Pacheco Pereira

1720 a 1721

         Cónego da Sé Primaz. Da Casa de Infias ( Val-de-Flores), mas residente na Casa do Passadiço com o seu irmão Cónego Francisco Borges Pacheco Pereira.

Simão Barbosa de Almeida

1721 a 1722

         Cónego da Sé Primaz.

António Felgueira Lima

1722 a 1723

         Cónego da Sé Primaz. Secretário do Arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles.

Manuel Falcão Cota

1723 a 1724

         Da Casa dos Falcões ( Campo de Santiago, Governo Civil ).

Duarte Mendes de Vasconcelos

1724 a 1725

         Da Casa das Carvalheiras ( Pimentel ).

Domingos de Araújo Pontes

1725 a 1726

         Cónego de Sé Primaz.

Manuel Pereira de Araújo

1726 a 1727

         Cónego da Sé Primaz.

João da Silva Ferreira

1727 a 1728

         Cónego da Sé Primaz.

Baltazar de Morim e Sousa

1728 a 1729

         Cónego da Sé Primaz.

Inácio de Barbosa Brandão Escovar

1729 a 1790

         Beneficiado da Sé Primaz

Dr. Agostinho Marques do Couto

1730 a 1731

         Provisor e Vigário Geral do Arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles, e Cónego da Sé Primaz. - Morador nas antigas Travessas, na casa da família Barbosa, a que pertencia.

Estêvão de Oliveira Barros

1731 a 1732

 

Dr. Diogo Borges Pacheco Pereira

1732 a 1734 - 2ª. vez

 

Duarte Mendes de Vasconcelos

1734 a 1735 - 2ª vez

 

Bernardo Marques do Couto

1735 a 1736

         Cónego da Sé Primaz.

Custódio Ferreira Vélho

1736 a 1737

         Cónego da Sé Primaz.

Dr. Afonso de Magalhães

1737 a 1738 - 2ª. vez

         Chantre da Sé Primaz.

Dr. João de Sousa Lima

1738 a 1739

         Mestre Escola na Sé Primaz.

João Soares Monteiro

1739 a 1740

         Cónego da Sé Primaz

José Coimbra de Andrade

1740 a 1741 2ª. vez

 

Dr. Tomaz de Araújo e Brito

1741 a 1742

         Desembargador da Relação de Braga.

Luiz Botelho Mourão

1742 a 1743

         Cónego da Sé Primaz e Capelão fidalgo da Casa Real.

Dr. João de Sousa Lima

1743 a 1744 - 2ª. vez

 

Domingos Martins Barroso

1744 a 1745

         Cónego da Sé Primaz.

Luiz Lázaro Pinto Cardoso

1745 a 1746

         Fidalgo da Casa Real e Cavaleiro professo da Ordem de Cristo - Do Campo de Sant`Ana ( Avenida Central ).

Dr. João Pinheiro Leite

1746 a 1747

         Cónego da Sé Primaz.

Domingos Martins Barroso

1747 a 1748 - 2ª. vez

 

Carlos de Magalhães Azevedo

1748 a 1749

Cónego da Sé Primaz

Vasco António Cerveira Machado e Lousada

1749 a 1751

        

Manuel Félix Pereira de Miranda e Medeiros

1751 a 1752

         Da Rua de S. João ( Casa do Arco ).

Luiz Lázaro Pinto Cardoso

1752 a 1753 - 2ª. vez

 

Leopoldo Luiz de Sousa da Silva Rangel

1753 a 1754

         Moço fidalgo da Casa Real.

António Pereira Pinto de Eça

1754 a 1757

         Fidalgo da Casa Real e Alcaide-mór de Braga, da Casa dos Biscaínhos.

Dom António Manuel de Meneses

1757 a 1758

         Arcediago de Braga.

António Pereira Pinto de Eça

1758 a 1761 - 2ª vez

 

D. António Manuel de Meneses

1761 a 1762 - 2ª. vez

 

Manuel da Costa de Vasconcelos

1762 a 1763

         Da casa das Carvalheiras.

Pedro Borges Pereira Pacheco

1763 a 1764

         Fidalgo da Casa Real. - Senhor da Casa de Infias.

Martinho da Silva e Sousa de Abreu

1764 a 1765

 

Estêvão Falcão Cota

1765 a 1766

         Fidalgo da Casa Real - Da Casa dos Falcões Campo de S. Tiago.

António Xavier Rebelo

1766 a 1767

         Cónego da Sé Primaz.

António de Lima de Abreu

1767 a 1768

         Fidalgo da Casa Real, - da Casa do Tanque ( Santa Margarida )

Pedro da Fonseca Castro e Osório

1768 a 1769

         Moço fidalgo da Casa Real e Cavaleiro professo da Ordem de Cristo.

Estevão Falcão da Cota

1769 a 1770 - 2ª. vez

 

António Pereira Pinto de Eça

1770 a 1771 - 3ª. vez

 

Pedro Borges Pereira Pacheco

1771 a 1772 - 2ª. Vez.

 

António Pereira do Lago Porto Carreiro

1772 a 1773

         Fidalgo da Casa Real, da Casa de Semelhe da Rua de S. João.

Constantino da Cunha Soto Maior

1773 a 1774

         Fidalgo da Casa Real, da Rua da Cónega.

Martinho da Silva E Sousa de Abreu

1774 a 1775 2ª. vez

         Fidalgo da Casa Real.

João António Pereira Pimentel Feio

1775 a 1778 Reeleito

 

Francisco Inácio Feio da Azevedo

1778 a 1779

         Da Rua do Alcaide.

João Luis Jácome de Sousa Pereira Vasconcelos

1779 a 1780

         Da Casa Avelar ( Pelames )

Constantino da Cunha Soto Maior

1780 a 1781 2ª. vez

 

Dr. Jacinto José Veloso

1781 a 1782

         Cónego de Sé Primaz e Desembargador da Relação de Braga, Rua de S. João ( Casa do Passadiço ).

Joaquim Barreto Forjaz de Meneses

1782 A 1783

         Capelão fidalgo da Casa Real.

Dr. Lourenço Borges Pereira Pacheco

1783 a 1784

         Tesoureiro-mór da Sé da Guarda. Da Casa de Infias, era irmão de Pedro Borges Pereira Pacheco.

Pedro Gomes de Abreu e Lima

1784 a 1785

         Fidalgo da Casa Real, da Casa do tanque da Rua de Santa Margarida.

José de Magalhães Feio de Azevedo

1785 a 1786

         Torre de Soutelo, ( Vila Verde ).

D. António de Lira Troncoso e Meneses

1786 a 1787

         Fidalgo da Casa Real, Campo Novo.

Dr. Lourenço Borges Pereira Pacheco

1787 a 1788 - 2ª. vez

 

Manuel Alvares de Magalhães Pimentel

1788 a 1789

         Fidalgo da Casa Real, da Casa da gandarela ( antiga Cangosta dos Congregados ).

Constantino da Cunha Soto Maior

1789 a 1790 - 3ª vez

 

Gaspar Falcão Cota de Meneses

1790 a 1791

         Cónego da Sé Primaz.

D. António de Lira Troncoso e Meneses

1791 a 1792 - 2ª. vez

 

D. Manuel António Barreto Forjaz de Meneses

1792 a 1793

         Bispo resignatário de Miranda.

Francisco Inácio Feio de Azevedo

1793 a 1796 - 2ª. vez

 

Manuel Alvares de Magalhães Pimentel

1796 a 1797 - 2ª. vez

 

Dr. Lourenço Borges Pereira Pacheco

1797 a 1798 - 3ª. vez

 

Gaspar Falcão Cota de Meneses

1798 a 1800 - 2ª. vez

         Da casa dos falcões.

 

 

SECULO XIX

 

 

D. António de Lira Troncoso e Meneses

1800 a 1801 - 3ª. vez

 

D. José Gabriel de Araújo e Vasconcelos

1801 a 1802

         Da Casa de Sinde ( Pelames )

Manuel Alvares de Magalhães Araújo Pimentel

1802 a 1803 - 3ª. vez

 

Francisco de Sá Abreu Mendonça

1803 a 1804

 

Dr. António José de Araújo Camisão

1804 a 1806

         Cónego da Sé Primaz e Desembargador da Relação de Braga da Rua do Souto

Dr. Inácio José Peixoto

1806 a 1808

         Procurador Geral da Mitra Reeleito. Antigo Campo da Vinha, Abalizado antiquário bracarense.

Dr. Manuel de Lima Abreu

1808 a 1809

         Tesoureiro-mor da Sé Primaz.

João Batista Martins Camelo

1809 a 1810

         Cónego da Sé Primaz.

Dr. Manuel José Leite Pereira

1810 a 1812

         Desembargador da Relação de Braga e Abade de Maximinos. Reeleito.

Dr. Manuel Inácio de Matos Sousa Cardoso

1814 a 1817

         Tesoureiro-mór da Sé Primaz. Reeleito. Campo de Sant`Ana, ( antigo Hotel Gomes e Matos ). Em 16 de Setembro de 1914 foi-lhe concedida pelo Príncipe Regente a dispensa na disposição estatutária, a fim de poder exercer o cargo de Provedor, para que havia sido eleito, visto não Ter quarenta anos de idade. Vid. Livro das Provisões da Santa Casa, no respectivo Cartório; e Fastos cit. IV, págs. 89 e Seg.

         É representante da família deste notável Capitular da Sé Primaz o meu ilustre patrício sr. José Gomes de Matos Cardoso.

Dr. João Marcos da Costa Pereira

1817 a 1818

         Desembargador da Relação de Braga.

Dr. Manuel José Leite Pereira

1818 a 1819 - 2ª. vez

        

Dr. Manuel Inácio de Matos Sousa Cardoso

1819 a 1821 - 2ª. vez

 

João Baptista Martins Camelo

1821 a 1822 - 2ª. vez

         Cónego da Sé Primaz.

Manuel António da Cunha de Sousa

1822 a 1823

         Dos Cunhas das Travessas (?).

António José Leite Pereira Sampaio

1823 a 1824

         Da Rua da Sé ( hoje Rua D. Paio Mendes ).

D. António Alexandre da Cunha Reis

1824 a 1825

         Deão da Sé Primaz, Antigo Campo das Hortas.

João Ribeiro Pereira

1825 a 1826

         Abade de S. João do Souto e Cónego secular de S. João Evangelista.

Dr. Agostinho Teixeira Pereira de Magalhães

1826 a 1827

         Campo de Sant`Ana - Avenida Central.

Dr. Manuel Gomes da Silva Matos

1827 a 1829

         Arcediago de Braga. Reeleito. ( Antiga Rua das Aguas ).

Joaquim da Mota Cardoso

1829 a 1830

         Abade de Maximinos. Era professo na Ordem de Cristo, foi Cónego da Sé Primaz, e depois transferido para Abade de Maximinos. Faleceu em 11 de Maio de 1865.

Dr. José Correia de Morais e Amaral

1830 a 1831

         Cavaleiro da Ordem de Cristo e Opositor aos Lugares de Letras, e Procurador da Santa Igreja Patriarcal. Da Rua da Cónega Boavista.

Dr. Manuel Joaquim Pereira Mesquita

1831 a 1832

         Procurador da Real Fazenda nesta cidade.

Joaquim da Mota Cardoso

1832 a 1834 - 2ª. vez

 

Dr. Manuel Inácio de Matos Sousa Cardoso

1834 a 1839 - 3ª. vez

 

         As Irmandades da Misericórdia no período liberal converteram-se geralmente em organismos políticos, sobretudo nas terras pequenas, e as Mesas, eleitas, conforme as conveniências dos partidos.

 

António Luiz da Costa Pereira de Vilhena Coutinho

1839 a 1840

         Fidalgo da Casa Real e Cavaleiro professo da Ordem de Cristo, Antigo Campo da Vinha ( Edificio do Tribunal Judicial. Era tio-avô do mestre conterrâneo sr. Dr. Gaspar da Costa Pereira Vilhena Coutinho.

João Ribeiro Pereira

1840 a 1841 - 2ª. vez

 

Dr. Miguel Gomes Soares

1841 a 1844

         Cónego da Sá Primaz, Reeleito. Provisor do Cardeal Arcebispo D. Pedro Paulo. Morava na Quinta das Enguardas ( Perto do Cemitério Público ) Esta Quinta pertenceu aos Congregados.

Dr. Manuel Inácio de Matos Sousa Cardoso

1844 a 1851 - 4ª. vez

 

Henrique Freire de Andrade Coutinho Bandeira

1851 a 1852

         Da Casa de Semelhe ( Rua de S. João ), Tem quadro na Irmandade de Santa Cruz.

Domingos Manuel de Melo Freire Barata

1952 Janeiro a Junho

Provedor eleito. Da Casa de Lanhoso ( Campo de Sant`Ana ).

Francisco Manuel de Costa

1852 - Julho e Agosto

         Comendador da Ordem de Cristo

         Presidente da Câmara Municipal de Braga em 1862-63.

         Nomeado Pelo Governador Civil para substituir Domingos Manuel de Melo Freire Barata, que foi Provedor eleito.

Henrique Freire de Andrade Coutinho Bandeira

1852 Setemb .a Dez.

         Completou o mandato até ao fim do ano

Joaquim José da Costa Rebelo

1853 a 1856

         Fidalgo da Casa Real, Comendador da Ordem de N.S. da Conceição e Cavaleiro de Cristo. Reeleito.

         Depois Barão da Gramosa. Morava no antigo Campo de Santa Ana, na casa que fora outrora Hospício dos Religiosos Capuchos de S. Frutuoso (Real). Era irmão do Bispo do Porto D. Jerónimo José da Costa Rebêlo e do Cónego José Narciso da Costa Rebêlo.

         Presidente da Câmara Municipal de Braga em 1866-68.

Dr. Custódio de Faria Pereira da Cruz

1856 a 1858

         Advogado, Reeleito. Morava na Rua Nova de Sousa ( Rua D. Diogo de Sousa. Foi Secretário Geral do Governo Civil. Faleceu em 24 Janeiro de 1967.

         Presidente da Câmara Municipal de Braga em 1860.

Conselheiro Francisco Manuel da Costa

1858 a1860 - 2ª. vez

         Visconde de Montariol.- Presidente da Câmara Municipal de Braga em 1863.

 

Joaquim José da Costa Rebelo

1860 a 1863 - 2ª. vez

 

Dr. Custódio de Faria Pereira da Cruz

1863 a 1866 - 2ª. vez

 

Dr. Manuel Justino Marques Murta

1866 a 1877

         Secretário Geral do Governo Civil. Reeleito.

Henrique Freire de Andrade Coutinho Bandeira

1877 até Setembro

         Foi provedor até Setembro do mesmo ano em que foi nomeado, data em que foi dissolvida a Mesa da sua presidência. 3ª. Vez.

Dr. Manuel Oliveira Guimarães

1877 a 1878

         Abade de Maximinos, ( Setembro de 1877 até Junho de 1878, em que presidiu à Comissão Administrativa.

Henrique Freire de Andrade Coutinho Bandeira

1878 a 1879 - 4ª vez

         Nomeado até Fevereiro de 1879.

Dr. Domingos Moreira Guimarães

1879 a 1881

         Professor do Seminário. Reeleito.

Dr. José de Paiva de Faria Leite Brandão

1881 a 1882

         Secretário Geral do Governo Civil. Morava na Rua do Alcaide.

Dr. António José Pimenta Gonçalves

1882 a 1883

         Advogado. Presidente da Câmara Municipal de Braga em 1878.

Dr. Nicolau Barata de Melo Marinho Falcão

1883 a 1885

         Advogado. Reeleito.

Dr. Manuel Joaquim Correia Veloso

1885 a 1886

         Proprietário.

Dr. António José Pimenta Gonçalves

1886 a 1892 - 2ª. vez

 

Dr. Domingos Moreira Guimarães

1892 a 1899 - 2ª. vez

         Foi Provedor desde Fevereiro de 1892 a 1899. Cónego de Sé Primaz.

 

        

         Esta Mesa fez a reforma dos Estatutos da Irmandade em harmonia com o Código Administrativo, os quais foram aprovados em Junho de 1893 pelo Governador Civil, e em Julho do mesmo ano pelo Arcebispo Freitas Honorato. Em virtude desta reforma passaram as Mesas a ser eleitas por triénios, e acabou a distinção de classes dos Irmãos ( nobres, oficiais, letrados e beneficiados. dos Estatutos anteriores ).

 

SECULO XX

 

 

Visconde de Carcavelos

1899 a 1907

         Depois conde de Carcavelos. Morava no Campo Novo ( Mousinho de Albuquerque ). Reeleito.

D. António José da Silva Correia Simões

1907 a 1909

         Deão da Sé Primaz. Presidente da Câmara Municipal de Braga em 1897.

Padre José Martins Barreto

1909 a 1910

         Em Dezembro de 1910, foi dissolvida a Mesa da sua presidência, por motivo da mudança do regime.

Dr. Alfredo Augusto Leal

1910 a 1912

         Foi Presidente da comissão Administrativa desde Dezembro de 1910. Médico Militar.

Adolfo Ribeiro da Cruz

1912 a Julho 1915

         Proprietário e capitalista, residente em Palmeira, Vice-Presidente em exercício da referida Comissão.

Alfredo Vieira Gomes

1915 a 1921Reeleito

         Eleito em 30 de Julho de 1915, Provedor até 1921. Era proprietário.

 

         Alteraran-se alguns artigos dos Estatutos reformados, em harmonia com as leis da República, em 1911; e talvez para isso, em Julho de 1915 procedeu-se à eleição da Mesa.

 

Dr. Alberto Feio Soares de Azevedo

1921 a 1924

         Director da Biblioteca Pública.

Dr. Adriano Carlos Simões Veloso de Almeida 1924 a 1930

 

Dr. João Caetano da Fonseca Lima

1930 a 1936

         Conservador do Registo Predial Reeleito.

Dr. Armindo Afonso Tavares

1937 até Março 1938

         Médico.

Dr. António da Gama Lobo Xavier

1940 a 1949

         Vice-Provedor em exercício da Mesa Anterior ( 38 a 40 ).

Dr. Francisco Eugénio Fernandes Prieto

1949 a 1951

 

Dr. José Luis da Silva Júnior

1952 a 1954

 

Dr. Elísio de Oliveira Alves Pimenta

1955 a 1957

 

Coronel José Batista Barreiros

Junho 1958 a 1959

 

João Cândido Araújo Pereira

1959 a 1961

 

António Maria Santos da Cunha

1962 a 1969

         Presidente da Câmara Municipal. Comendador.

Engº. Alberto José Vale Rêgo Amorim

1970 a 1976

         Engenheiro Civil, foi Presidente da Câmara Municipal de Braga.

Dr. João Eulálio Peixoto de Almeida

1976 a 1978

         Advogado. Residente Na Avenida da Liberdade em Braga e No Hotel Cego de Maio na Povoa de Varzim.

Eng. Alberto José Vale Rêgo Amorim

1979 a Junho 1992

         Reeleito. Residente na Rua Eça de Queirós, 118, foi o provedor com maior tempo e mandatos efectivos, nesta Irmandade.

Engº. Alberto de Sousa Pereira do Lago Cruz

Jun. 1992 a Nov.2003

         Vice-Provedor em exercício da Mesa anterior.

         Engenheiro Electrotécnico. Residente na Avenida Dr. Porfírio da Silva, 120

         Na Assembleia Geral de Irmãos de 15 de Novembro de 2003, foi nomeado Provedor Honorário.

Dr. Bernardo José Ferreira Reis

Novembro 2003 ...

         Em 6 de Novembro de 2003 foi nomeado Provedor.